goo vimeo rss facebook

Notícias

"Natal na Floresta" regressa ao Parque Biológico da Serra das Meada

O espírito natalício vai regressar ao Parque Biológico da Serra das Meadas, em Lamego. Com o objetivo de celebrar esta quadra festiva e proporcionar uma experiência diferente e divertida aos mais pequenos, este espaço volta a promover a iniciativa “Natal na Floresta”, uma semana repleta de emoções e descobertas, onde o Natal e a natureza vão andar de mãos dadas. Através de oficinas, canções, teatro e, claro!, muito contacto com a natureza, as crianças vão ocupar as suas férias escolares e despertar a atenção para as temáticas ambientais, em contacto privilegiado com este santuário de espécies animais e vegetais, situado em plena Serra das Meadas.
Promovido pela Câmara Municipal de Lamego, o evento “Natal na Floresta" decorre entre os dias 17 e 21 de dezembro. O valor da inscrição/ semana é de 50 €, incluindo os almoços e o transporte a partir da cidade. Também existe a opção de inscrição diária por 12,5€. As inscrições podem ser feitas no Gabinete de Atendimento da autarquia e no Parque Biológico.

Magia regressa a Lamego com "Natal, Comércio Tradicional"

Pelo segundo ano consecutivo, a magia do Natal vai regressar à cidade de Lamego pela mão da Câmara Municipal que volta a dinamizar a campanha "Natal, Comércio Tradicional" com o objetivo de incentivar os lamecenses a fazerem aqui as suas compras durante a época festiva mais importante do ano. No âmbito desta ação, a autarquia desafia todos os estabelecimentos comerciais da cidade, qualquer que seja o seu ramo de atividade, a participarem no concurso "Montras de Natal" que selecionará as montras mais bonitas. As inscrições são gratuitas e já se encontram abertas. No final, serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados. Como complemento, de 14 a 30 dezembro, também será organizado o "Mercado de Natal", este ano erguido, pela primeira vez, num dos locais mais belos e históricos da cidade de Lamego - o Largo da Sé-, onde os produtos expostos constituirão sugestões de presentes originais e de grande beleza. O "Mercado de Natal" será uma importante mostra de artesanato e de produtos regionais que promoverá o espírito da época e valorizará os saberes e tradições locais. 
Por outro lado, este ano, a autarquia vai organizar o primeiro sorteio de vales de compras que, posteriormente, os consumidores poderão gastar nos estabelecimentos comerciais aderentes. A campanha "Compre no Comércio Local" estará em vigor de 8 de dezembro a 6 de janeiro.
Os formulários de candidatura para os expositores que queiram participar já se encontram disponíveis em www.cm-lamego.pt. As inscrições podem ser efetuadas no Balcão de Atendimento do Município de Lamego e remetidas através de e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. As inscrições têm em conta a ordem de chegada, após a respetiva validação.
FORMULÁRIOS :
CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

Poeta Fausto Guedes Teixeira nos "Diálogos com o Património Cultural"

Com o objetivo de valorizar o precioso e vasto património cultural da cidade de Lamego e reforçar o sentimento de pertença a esta terra, a Câmara Municipal de Lamego promoveu durante a tarde de ontem mais uma sessão do ciclo "Diálogos com o Património Cultural Lamecense", desta vez dedicada, entre outros, ao poeta lírico lamecense Fausto Guedes Teixeira e aos poetas, ainda vivos, Fernando Marado e Macário Ribeiro de Almeida. Nas instalações da Biblioteca Pública Municipal, Manuela Vaquero, investigadora e profunda conhecedora da realidade cultural local, conversou com um grupo de jovens alunos do ensino secundário do Colégio de Lamego, sobretudo, sobre a vida e obra de Fausto Guedes Teixeira, poeta que se inseriu na corrente estética do neorromantismo e que, na sua época, se distinguiu pelo seu grande idealismo e a sua "lírica lúgubre, contemplativa e melancólica".

Lamecenses bebem água de "excelente qualidade"

Os lamecenses bebem água da torneira de “excelente qualidade”, de acordo com o recente relatório divulgado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) relativo a 2017. Nos indicadores da qualidade da água para consumo, o concelho de Lamego está na dianteira dos municípios portugueses, apresentando uma percentagem de água segura correspondente a 100%, o valor máximo. Beber água da torneira é, pois, uma atividade de confiança.
A ERSAR tem por missão a regulação e a supervisão dos setores de abastecimento público de água às populações, de saneamento de águas residuais urbanas e de gestão de resíduos sólidos urbanos, incluindo o exercício de funções de autoridade competente para a coordenação e a fiscalização do regime da qualidade da água para consumo humano. 
Mais informações em www.ersar.pt

Câmara de Lamego aprova Orçamento para 2019

As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2019 do Município de Lamego foram aprovadas ontem em reunião de câmara, sendo o valor do orçamento correspondente a 29 milhões e 350 mil euros, repartido pela receita corrente no montante de 20.280.000€ e de capital de 9.070.000€. 
As Grandes Opções do Plano privilegiam a execução de projetos estruturantes para repor Lamego num percurso sustentado e promover a integração da cidade com as freguesias, colmatando as suas necessidades especificas, mantendo ao mesmo tempo o rigor e o equilíbrio orçamental. Neste sentido, ao nível do investimento, assumirá como grande aposta a concretização de três intervenções, associadas a projetos comunitários do PEDU, que vão avançar no terreno já em 2019: a construção da primeira fase do Parque Urbano de Lamego, com um valor total de investimento de 4 milhões e 300 mil euros; a requalificação do espaço público do Bairro de Alvoraçães (600 mil) e o estabelecimento do Circuito Pedonal do Relógio do Sol (500 mil). "Vamos implementar um orçamento exigente, pontuado por uma elevada racionalidade e transparência, quer ao nível da cobrança de receitas, quer ao nível da realização da despesa", garante o Presidente Ângelo Moura.

Reforço do investimento nas freguesias
Com o objetivo de alcançar o bem-estar social e a coesão territorial, o Município de Lamego também reforça o investimento nas freguesias, através da celebração, pela primeira vez, de contratos inter-administrativos e de acordos de delegação de competências, no valor global de 840 mil euros, respeitando critérios de gestão financeira adequada. Na sequência do levantamento feito das principais carências e dificuldades sentidas nas freguesias rurais, a autarquia definiu como prioridade de investimento a adjudicação da empreitada, a realizar na Penajóia, do sistema de recolha, transporte e tratamento de águas residuais, pelo valor de 1.074.147,49€.
Tido como um fator estruturante da estratégia de desenvolvimento do concelho de Lamego, a área da educação também merecerá uma atenção especial com a criação, no âmbito do Projeto "Lamego Educa", de uma equipa multidisciplinar que vai trabalhar junto das crianças do ensino pré-escolar e do 1º ciclo, com o objetivo de melhorar o sucesso educativo e reduzir o abandono escolar precoce. O "Lamego Educa" representa um investimento superior a 610 mil euros, apoiado pelo Norte 2020.   
No mesmo documento, a autarquia define ainda a cultura como um dos elementos estruturantes da estratégia de desenvolvimento local, incentivando a dinâmica associativa e promovendo a criação artística e as novas expressões da arte, sobressaindo, ao longo do ano, na sua agenda de eventos culturais, a realização das Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios e as cerimónias da Semana Santa, para que sejam colocadas num plano de destaque no panorama regional e nacional.

Lamego promoveu conferência dedicada à parentalidade

A Rede Social e o Município de Lamego organizaram na última sexta-feira, no Auditório do Centro Multiusos, a conferência "Caminhos Alternativos para Uma Parentalidade Tranquila", que teve como oradora convidada Anabela Quintanilha, mestre em Direito com especialização em Justiça Alternativa, e contou com a intervenção de Ana Catarina Rocha, Vereadora da Ação Social e Presidente do Conselho Local de Ação Social (CLAS). Na sua intervenção, Anabela Quintanilha abordou diversas questões relativas à mediação familiar, à residência alternada e à parentalidade positiva, destacando a confiança que a “voluntariedade da mediação transmite às pessoas”, não esquecendo que “a residência alternada não pode ser de aplicação automática”, sendo “necessário avaliar o contexto familiar de cada caso”. "A parentalidade positiva está ligada ao carinho, ao amor pelos filhos, segurança e fixação de limites sem violência, de forma a valorizar as competências das crianças”, explicou. 
Por outro lado, na intervenção inicial que proferiu, Ana Catarina Rocha fez questão de valorizar a missão desta iniciativa, que passa por “capacitar pais e educadores” para compreenderem quais os caminhos adequados para “educar crianças felizes, resilientes e capazes”. 

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.