goo vimeo rss facebook

Restauro da Igreja das Chagas visa preservar espólio valioso

A Santa Casa da Misericórdia de Lamego vai avançar com o restauro da Igreja do Convento das Chagas, erguida junto ao Jardim do Campo, tendo o cuidado de manter as características arquitetónicas originais do edifício e de preservar o seu riquíssimo espólio. As obras vão arrancar já no próximo dia 14 de julho, incidindo, sobretudo, ao nível da recuperação de toda a estrutura de madeira da cobertura, para solucionar o problema da infiltração de águas pluviais que por vezes ocorre, e a recuperação das esculturas de vulto (imagens dos santos) e da talha dourada.
Pertença da Santa Casa que a utiliza para a prestação de cultos religiosos, o projeto de intervenção na Igreja do Convento das Chagas prevê a recuperação de todos os elementos da Igreja, nomeadamente o tratamento de algumas fachadas. Os trabalhos de conservação e restauro visam travar a deterioração precoce do recheio artístico, estando prevista por isso a reabilitação dos acessórios do retábulo, dos elementos decorativos em madeira (brasões), do mobiliário eclesiástico, nomeadamente na sacristia, como é o caso do oratório e do paramenteiro, e do mobiliário de leitura, como é o caso do púlpito. Em simultâneo, os trabalhos de revolvimento do subsolo vão ser objeto de trabalhos arqueológicos prévios.
A salvaguarda e a valorização de um dos bens mais valiosos da cidade de Lamego tem o apoio da Câmara Municipal e da Direção Regional da Cultura do Norte que vão prestar todo o apoio técnico durante a fiscalização da obra. A Santa Casa adjudicou esta intervenção à firma “STB – Reabilitação do Património Edificado, Lda”, pelo valor de 478.714,73€, uma empresa de referência na área da recuperação do património histórico. A obra é comparticipada por fundos comunitários, através do FEDER, no âmbito do ON.2.
Fundado por ordem de D. António Teles de Menezes, bispo de Lamego, a construção do Convento das Chagas foi concluída por volta de 1599, mantendo-se em funcionamento até à sua extinção em 1834, fruto da publicação do decreto que extinguiu as ordens monásticas religiosas em Portugal. De 1906 a 1910 sabe-se que funcionou como Seminário das Chagas.
Do espaço conventual resta atualmente a Igreja, uma vez que as restantes dependências foram cedidas, em 1910, à edilidade local para a instalação de escolas primárias ou a qualquer outro fim de utilidade pública municipal, tendo esta por sua vez, em 1930, doado esse espaço ao Ministério da Instrução Pública para a construção do atual edifício da Escola Secundária de Latino Coelho.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter