goo vimeo rss facebook

Antigo oratório de madeira regressa renovado ao bairro do Castelo

O projeto de regeneração urbana Viver Lamego que a Câmara Municipal de Lamego está a desenvolver desde 2008 para, entre outros objetivos, inverter a desertificação populacional do bairro do Castelo e aumentar a sua atratividade turística, caminha a passos largos para a sua conclusão. No âmbito desta intervenção, foi reposto junto à Porta dos Figos o antigo oratório, construído em madeira, agora completamente renovado. Este elemento arquitetónico funcionará como biblioteca do Centro de Acolhimento de Artistas que em breve começará a  receber técnicos que desenvolvem trabalhos de investigação nas áreas do património cultural, artístico e arquitetónico da região.
Orçado em 10 milhões de euros e comparticipado pelo QREN, o projeto Viver Lamego integra trabalhos já executados na rua da Olaria, Encostinha e Largo da Feira. Também estão em curso neste momento as obras de regeneração urbana no chamadoEixo Barroco que integra as avenidas Dr. Alfredo de Sousa, Visconde Guedes Teixeira e Infantaria 9, num investimento superior a 2,5 milhões de euros.
Recorde-se que no âmbito deste projeto implementado no bairro mais antigo da cidade já reabriu ao público o Castelo de Lamego como espaço museológico, enquanto que a antiga Padaria O Cantinho passou a acolher os Escoteiros do Grupo 49 e foi criado um Centro de Atividades Ocupacionais do Castelo que nasceu da reabilitação de uma casa próxima desta fortificação como espaço polivalente ao serviço da comunidade idosa.
Depois da valorização do espaço público, através da requalificação de todas as ruas e travessas, a antiga Cisterna de Lamego também reabriu como centro de exposições, para além de estarem em fase final de execução outras intervenções que vão potenciar a componente turística e comercial do bairro e alavancar o fator de modernidade no âmbito do Viver Lamego,nomeadamente a constituição do Centro Interpretativo da História da Cidade, composto por três polos: a Casa dos Bordalos, o Centro de Artesanato, das Artes e dos Ofícios Tradicionais, que integrará a Rede de Judiarias, e o Castelo de Lamego. Este monumento terá a missão de valorizar os achados arqueológicos descobertos recentemente e que ilustram a ocupação pré-romana do bairro. O projeto de musealização perpetuará a vivência antiga de uma cidade com cerca de 3000 anos de história. Na torre de menagem foi criado um miradouro virtual para a cidade e a muralha exterior vai dispor das condições adequadas à livre circulação de pessoas.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter